3 motivos que impedem seu sucesso no Day Trade!

Como evitar Grandes Perdas no Day Trade?
8 de setembro de 2020
5 Tipos de Erro no Day Trade!
31 de março de 2021

Medo ou Falta de Confiança, Dinheiro e Tempo são os principais motivos por trás do fracasso dos iniciantes na Bolsa de Valores!

Por mais que você se sinta atraído para ir direto à razão que mais te atrapalha, eu sugiro que leia todos porque existem algumas lições em cada um deles.

Vamos começar pelo menos usual de todos que é o Medo…

Isso não é tão comum…

Na verdade percebemos que o medo costuma surgir em quem já opera. O medo de quem já opera costuma surgir por repetidas expectativas frustradas.

Basicamente é assim, o trader aprende um método e começa a fazer previsões sobre direção de preço baseado nesse método e quando o mercado não reage da forma que ele queria (ou esperava) ele fica frustrado.

Acontece que com o tempo essa frustração vai se transformando em medo…

Como esse não deve ser o seu caso já que você disse que nunca operou, ficam as dicas:

“Operar na física não tem nada a haver com fazer previsões…”.

“Você não precisa adivinhar o que vai acontecer no futuro para ganhar dinheiro.”

Bom, mas se o teu problema tem haver com medo e você nunca operou eu arriscaria dizer que você na verdade tem receio por não conhecer uma estratégia (esse é meu primeiro chute.

O segundo chute seria que você tem medo ou receio de perder dinheiro, mas vamos tratar desse outro mais lá para baixo).

Bom, se é isso mesmo que você sente você está na parte certa do artigo…

Se você já procurou no google sobre Day Trade ou sobre estratégia, você certamente deve ter se deparado que para ser um day trader consistente você tem aprender Análise Técnica.

Eu também vivenciei isso quando comecei a operar antes dos anos 2000. Toda a indústria que alimentava o varejo só fomentava esse tipo de ferramental. Fiz praticamente todos os cursos, desde a Ancor, no centro de SP (tinha um elevador que subia rápido demais, rs) até cursos mais avançados.

Eu fiquei nesse ciclo por uns bons anos e quase nunca consegui ir para frente em resultados efetivos. Até que eu fui confrontado com uma realidade que até então eu nunca tinha vivenciado.

Em meados de 2003 eu consegui um trabalho como trader na mesa proprietária de uma corretora que só atendia traders autônomos (pessoas físicas que operavam somente capital próprio e dentro da corretora).

Quando entrei lá, parece que tudo que eu tinha aprendido não era aplicado na prática pelos caras que operam lá dentro…

Eu via meu chefe (o dono da corretora e que era um dos melhores scalpers do pregão) operar e não me conformava como ele conseguia fazer aquilo sem olhar para nenhuma tela gráfica ou para nenhum indicador.

Eu confesso que apesar de ver ele fazendo resultados muito expressivos (muito mesmo) eu não entendia o que ele olhava e acabei não me aprofundando nisso. Na verdade eu até tentei, mas sempre que perguntava o que ele olhava ele dizia coisas abstratas como: “comprei porque segurou”, ou “comprei porque entrou compra”, etc…

Aí, segui minha vida nessa corretora operando do jeito que eu aprendi, mas sempre sem conseguir evoluir e muito menos chegar perto dos resultados que ele fazia.

Até que 7 anos depois, eu convidado para operar numa gestora de recursos e minha obrigação era gerar rentabilidade extra (chamado Alpha) nos fundos multimercado com operações de day trade.

Aí que a “agua bateu na bunda, rs”.

Eu tive que aprender a fazer dinheiro porque do jeito que eu estava operando não conseguia fazer… Foi dessa forma que procurei descobrir de verdade, o que esse meu chefe e os demais traders da mesa faziam para ganhar daquela forma.

A história do André Antunes já é um pouco diferente e reflete exatamente como aprender da forma mais adequada gera resultados muito mais rapidamente. O Antunes, para quem não sabe, fez exército depois foi para área de TI e só depois que entrou como gerente de TI nessa mesma corretora que eu trabalhava.

Ele diz que quando olhou para aqueles números e para aquele pessoal operando, ele se apaixonou pela vida de trader.  Quando ele trocou a área de TI por uma posição dentro da corretora, ele teve uma grande vantagem…

Ele não tinha experiência e aprendeu somente o que os traders consistentes que sentavam do seu lado, realmente faziam.

Não é a toa que os resultados do Antunes foram maiores e mais rápidos que o meu, que tive que desaprender para aprender.

Tá bom André, e o que de fato vocês olham hoje?

Bom, na verdade quase que todas as operações que fazemos são baseadas em fluxo de ordens.

Mas, André por que não gráficos ou indicadores técnicos?

Por alguns motivos:

1º Tem um monte de fatores que não são vistos nos gráficos e indicadores.

2º Gráficos e indicadores são baseados em preço e quando você usa o preço no passado para prever o preço no futuro você está fazendo uma pressuposição errada. Você estará, mesmo que sem querer, pressupondo que existe resposta no passado capaz de explicar variações futuras. Algumas vezes sim, mas na maioria das vezes, não!

Quando você aprofunda um pouco em conhecer o que o mercado é, você logo percebe a vantagem que traders, que sabem enxergar o fluxo de ordens, possuem em relação aos traders que não sabem enxergar.

Para o artigo não ficar muito extenso pretendo te enviar outro email amanhã, falando um pouco de como é o mercado, tá ok? Assim você tira suas próprias conclusões de qual caminho seguir!

Então vamos falar de Dinheiro?

Trading autônomo é mais parecido com empreender do que com emprego de salário fixo…

No começo seu ganho bruto no mercado é incerto e você terá uma série de custos, como corretagem, custos bolsa, plataforma, internet. Na verdade, pela nossa bagagem os primeiros meses geralmente são no zero a zero ou negativo, porque os ganhos (se existirem) não cobrem os custos.

Isso é normal… e o que mata a maioria dos traders que se aventuram é o tempo que demora para aprender.

Os que tentam operar com lotes maiores pensando em cobrir todos os custos, geralmente são os que são expulsos mais cedo porque vão errar com lotes maiores.

O que as pessoas não gostam de ouvir é que demora um tempo para aprender e você tem que estar disposto a pagar o preço desse tempo!

Na verdade o problema com dinheiro é complicado…

Existem pessoas que nesse momento de vida não dispõem de dinheiro para colocar em risco e para essas pessoas eu sempre aconselho não desanimar.

Não é porque você não tem agora que não vai ter daqui há um tempo!

Aliás, ter um objetivo, uma meta, faz as pessoas correrem, faz as pessoas lutarem e enfrentarem os desafios para conseguir ter. Eu mesmo, demorei 10 anos para operar na física!

E o que complica ainda mais a relação de dinheiro com trading é que mesmo que você possua dinheiro para colocar em risco, você ainda corre o risco de sofrer de aversão a perdas.

Para quem tem esse problema de aversão a perdas, aceitar o risco é uma das coisas mais difíceis de serem superadas. Essas pessoas costumam vir para o mercado só pensando nos ganhos e quase nunca nas perdas. Elas sabem que existem perdas, mas não acreditam que isso vai acontecer com elas…

É aqui que nasce a obsessão por análise…

Na expectativa de não perder, algumas pessoas ficam na busca teórica do melhor trading system.  O que elas não sabem é que infelizmente não funciona assim… trading não tem haver com achar uma equação para o passado e sim com desenvolvimento de habilidades.

E por fim, vamos falar de Tempo?

Se você tem um emprego ou uma empresa e não tem tempo de operar, não há muito o que fazer…

Operar outro mercado, como SP500, Petróleo, Título de 10 anos até pode ser uma alternativa, mas você precisa tomar cuidado… Precisa tomar cuidado porque não vai ter tempo de focar.

Nenhum ser humano no mundo consegue trabalhar 8, as vezes 12 horas por dia, voltar para casa e ainda focar em operar. Trading consome muito do emocional e você provavelmente já vai estar consumido do seu dia.

O que você pode fazer é separar pequenos trechos ininterruptos dentro do dia para operar…

Se não for possível, grave a tela e tente pelo menos rever algumas partes do dia nas horas vagas e vá se preparando para quando tiver um tempo.

Até então existia uma grande desvantagem de quem operava por fluxo de ordens pelo fato de não dar para ver o histórico das variáveis… Você tinha que olhar em rela time ou gravar a tela para evoluir no método.

Felizmente, hoje existe a possibilidade de você olhar o histórico de algumas variáveis e isso contribui e muito na evolução.

Clique aqui para ter mais detalhes dessa ferramenta que trata e compila o fluxo de ordens

Com essa ferramenta você consegue analisar o passado baseado em variáveis que possuem influência real sobre preço e isso te dará confiança em começar a operar!

Então é isso aí… espero que tenha gostado do artigo!

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *