Fases do Trader na Bolsa de Valores

Fases do Trader na Bolsa de Valores

A grande maioria dos interessados por bolsa de valores acaba passando, de alguma forma, pelas fases que iremos descrever.

O que varia de pessoa para pessoa é a duração e esforço emocional e financeiro dispendido em cada fase.

1ª FASE
Julgar que o caminho do sucesso se dá através de dicas.

Essa foi exatamente minha primeira crença quando decidi me aventurar na Bolsa de Valores.

Acreditava que relacionamento, contatos e acesso a ferramentas e relatórios relevantes proporcionavam vantagem na hora de atuar como trader.

Assim como eu, todos que se encontram nesta fase, ainda que de forma “inconsciente” transferem a responsabilidade das decisões para terceiros.

Essa transferência acaba blindando nossa mente dos danos de errar e perder dinheiro, uma vez que quem errou foi quem deu a dica e não nós mesmos.

Faça download da melhor plataforma de negociação de bolsa de valores

Esta fase não durou muito para mim e frequentemente também não dura para os outros.

A decepção sobre a crença das dicas vem rapidamente, uma vez que é fácil perceber que além da dificuldade de se construir relacionamentos com as pessoas certas, as “dicas” que chegam geram mais prejuízos do que lucros.

Com resultados inconstantes e, na maioria das vezes prejuízos, muitos já desistem nessa fase.

Abaixo listei alguns outros motivos que explicam o porquê da ineficiência de depender de dicas/recomendações quando seu objetivo é ser trader.

Os analistas de mercado são os grandes fornecedores de informação


Os agentes autônomos de investimentos fazem a ponte entre a informação gerada pelos analistas e os clientes.

Ambos costumam ser remunerados com comissões sobre a corretagem gerada nas operações. Ou seja, quanto mais ordens de compra/venda, mais corretagem e mais comissões.

Você por outro lado, tem que ganhar dinheiro com estas recomendações e quantidade não significa qualidade.

Este é um dos maiores conflitos de interesse na atividade.

Dificuldade em executar todas as recomendações!


Com execuções aleatórias, fica praticamente impossível de atingir as estatísticas positivas de acerto que alguns analistas possuem. Isso ocorre, basicamente por 3 motivos:

  1. Não conseguir executar as recomendações de compra e venda da mesma forma que foi indicado pois o mercado moveu.
  2. Não ter o menor domínio sobre as emoções, sofrendo influência, principalmente, de medo de operar e arrependimento pelos atos;
  3. Começar a ter opinião própria sobre o mercado e julgar em qual das recomendações entrar e em qual não entrar.

2ª FASE
Busca pelo conhecimento de mercado

Na segunda fase, estes mesmos traders mudam um pouco o foco, param de perguntar o que fazer e começam a questionar como fazer: o que já é uma evolução!

Isso mostra que percebem a possibilidade ou necessidade de seguirem as recomendações geradas por trading systems desenvolvidos por terceiros ou de fazerem suas próprias análises.

Esta é a etapa da busca pelo conhecimento através de conversas com colegas, chat de corretoras ou mesmo busca de cursos na internet.

A recomendação não poderia ser diferente: “se quer se tornar um bom trader faça um curso de análise técnica”. “comece pelos gráficos… ou analistas operam por eles!”

Quem já fez esta pesquisa deve ter reparado este diagnóstico.

Com este intuito na mente, o aprendiz busca o curso mais adequado e após um final de semana de aulas parece ter tomado uma injeção de ânimo/confiança contando as horas para aplicar as novas técnicas.

É muito comum esse trader começar a operar utilizando indicadores da análise técnica ou trading systems prontos, pois os sinais são gerados pelo sistema e não é necessária nenhuma interpretação.

Um bom exemplo aqui é cruzamento de médias móveis, Hilo, Bandas de Bollinger, IFR etc. Após um tempo operando o resultado muitas vezes não é satisfatório e por quê?

Podemos listar alguns bons motivos:

Dificuldade em seguir 100% dos sinais gerados, assim como ocorre nas recomendações de analistas citadas na 1º fase


Esse problema pode ocorrer por desconfiança temporária do sistema devido às perdas seguidas.

É comum que esse trader tire o pé quando o sistema gera prejuízos nos trades individualmente.

O medo de perder mais dinheiro cria uma necessidade pessoal de interferir no sistema, julgando de forma discricionária qual indicação vale à pena arriscar e qual não vale.

Com essa perspectiva seletiva, não tem como escapar de também estar fora de operações ganhadoras, as quais muitas vezes pagariam os prejuízos anteriores ou ainda garantiriam lucro.

Outro ponto que é crucial é ineficiência do próprio Trading System/Setup Pronto ou da utilização de indicadores técnicos


Para mim, pessoalmente esse é um dos principais pontos. Esses traders realmente acreditam que todos no mercadooperam também utilizando indicadores, gráficos ou trading systems.

Com essa cabeça de que se profissionais fazem eu também conseguirei fazer, eles procuram de forma quase que interminável a melhor combinação de indicadores que expliquem o que o mercado fez no passado recente.

Veremos um exemplo: Um trader aprende que o sistema baseado em médias móveis mostra resultados positivos no backtesting (significa testar a eficiência da estratégia em períodos de tempo passados).

Pressupondo que o trader não incorra no problema de julgamento descrito no tópico anterior, o que é de se esperar?

Se o sistema der lucro, ok, mas e se der prejuízo?

Quantos de vocês continuariam seguindo as recomendações se o sistema, por exemplo, gerasse 6 prejuízos seguidos?

Alguns podem argumentar que a disciplina, neste caso, é justamente continuar seguindo as recomendações uma vez que o sistema possui um histórico positivo no backtesting.

Mas aqui vai um questionamento para todos os leitores: quando devo reavaliar meu sistema, ou seja, quando sei que o resultado gerado no teste passado não deve mais ocorrer no futuro?

A resposta é: quando o sistema mostra prejuízos frequentes. Duvido que haja outra resposta.

A questão é que você quase sempre vai reavaliar quando estiver perdendo dinheiro.

Assim, vai buscar outra combinação perfeita de indicadores ou ainda uma forma de filtrar algo no atual sistema (combinar mais indicadores técnicos, por exemplo) e que teria funcionado durante a fase que você estava perdendo dinheiro seguindo as recomendações do sistema antigo.

Essa tentativa de equacionar o passado é uma das maiores armadilhas que o trader pode cair.

É praticamente um círculo vicioso, onde a perda financeira gera um ímpeto de buscar conhecimento sobre mercado (combinando indicadores ou trocando de trading systems) a fim de conseguir controlar ao máximo todos os movimentos possíveis do mercado evitando dessa forma mais perdas futuras.

Além de ser muito difícil de ser resolvida (para isso tem que efetivamente entender a natureza do mercado), essa situação começa a gerar sérios danos psicológicos nos traders, como falta de confiança, medo de executar ordens ou ainda medo de perder dinheiro.

Os poucos que, ou por não terem desistido do mercado ou por terem buscado alternativas aos modelos muito mecânicos (indicadores de análise técnica ou trading systems) começam a atuar só olhando preço.

Nos EUA esta modalidade é conhecida como Price Action.

Basicamente, o traders procuram por suportes e resistências de preços, LTAs, LTBs.

Essa forma de atuação também é uma grande mudança de perfil operacional, pois começam a analisar o mercado ou em outras palavras, atuar de forma mais discricionária.

Começam a analisar rompimentos de preços, a analisar quais rompimentos possuem melhor potencial… também consideram a possibilidade de atuar contra o mercado!

Começam a enxergar a possibilidade de vender em resistências de preço e comprar em suportes, etc. Essa é de fato uma evolução em relação à fase anterior, pois, o trader desenvolve timing (preocupação com entrada e saída) e começa a perceber que não são os indicadores de análise técnica que causam os movimentos de preço.

Nesta fase os resultados tendem a ser, muitas vezes, melhores e alguns começam a se destacar.

Esta segunda fase é geralmente onde a grande maioria fica por muito tempo.

Alguns desistem do mercado por não conseguirem resultados adequados e outros por perdas financeiras geradas, principalmente, por falta de disciplina.

Para que traders avancem mais um patamar e garantam sucesso permanente faltam 2 ingredientes essenciais.

  1. Entender profundamente a natureza do mercado e o que, efetivamente, causa os movimentos de preço;
  2. Desenvolver uma mentalidade de trader que permita olhar o mercado de uma forma 100% objetiva interpretando a informação sem nenhum viés ou interferência, neutralizar as emoções e ainda aceitar o risco de operar, especialmente em situações adversas.

3ª FASE
Desenvolver uma mentalidade de trader

Percebemos que um trader esta chegando nesta fase quando os questionamentos e dúvidas são similares às descritas abaixo:

– quem e porque opera entre as minhas indicações de entrada e saída?

– Muitas vezes eu “sinto” que é para comprar/vender, mas não tenho indicações objetivas do sistema que utilizo (mesmo que seja price action);

– O que de fato esta causando as oscilações nos preços?

– Qual é a dinâmica de funcionamento deste mercado?

São raríssimos os traders que chegam a essa fase e descobrem, efetivamente, o que é o trading.

Percebem que trading não tem nada a ver com ser bom analista, não tem nada a ver com prever preço e não tem nada a a ver com análise técnica


Infelizmente a maioria chega a esse estágio depois de meses/anos e após muitas perdas financeiras.

Raríssimos são os que pulam etapas e já entram no mercado com este pensamento.

Ufa! Parabéns por ter chegado até aqui. Verdade, nem todos leem tudo. Nem todos buscam realmente aprender.

Mas se você esta aqui, você prova para você mesmo que está empenhado (a) em buscar uma forma de evoluir como day trade.

Bom para finalizar vou deixar a mensagem desse artigo de forma resumida.

As barreiras que você precisa ultrapassar para poder entrar na primeira etapa do Ciclo de Vida do Trader e fazer parte do pequeno grupo de operadores que conseguem ganhos consistentes são:

  • Sair o mais rápido possível da fase 1 e da fase 2.
  • Entender o que o mercado realmente é através dos fundamentos do mercado.
  • Desenvolver uma mentalidade de trader baseado na perspectiva coletiva do mercado, ou seja, baseado no grandes participantes do mercado.

Então é isso aí… espero que tenha gostado do artigo!

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes

André Antunes

André Antunes

André Antunes é o fundador da Scalper Trader e já mudou a vida de milhares de pessoas com o seu conhecimento em tape reading. Atualmente tem o trade como a sua principal fonte de renda e foca em ajudar o máximo de pessoas que queiram ter as suas vidas transformadas através desta profissão.

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes

André Antunes

André Antunes

André Antunes é o fundador da Scalper Trader e já mudou a vida de milhares de pessoas com o seu conhecimento em tape reading. Atualmente tem o trade como a sua principal fonte de renda e foca em ajudar o máximo de pessoas que queiram ter as suas vidas transformadas através desta profissão.

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes

Entregamos o melhor conteúdo gratuito 

Cadastre-se para entrar na lista de espera