Como ganhar dinheiro no Mercado de Ações tanto na Alta quanto na Baixa!

Quanto tempo demora para ser um Trader Profissional?
21 de agosto de 2019
Como me tornar um trader
Passo a passo para ser um Trader Profissional!
23 de agosto de 2019
mercado-alta
venda a descoberto

        A visão tradicional do público a respeito do mercado de ações é a de que, para ganhar dinheiro na Bolsa de Valores, deve-se comprar uma ação na baixa e vender na alta. Essa linha de raciocínio até pode se aplicar ao investidor, que busca se tornar sócio de uma empresa e reter a ação por longo prazo. Entretanto, o trader é um especulador e neste caso, é possível ganhar dinheiro no mercado independente da situação.

            O termo especulador pode suscitar uma surpresa negativa e até preconceito em quem tem menos contato com o mercado, mas o especulador é essencial para gerar liquidez no mercado e, consequentemente, viabilizar a própria existência do mercado de ações. Sem especulador não haveria mercado, pois as negociações seriam tão raras que não haveria sentido em centralizar as transações em um único local, que é exatamente a função da Bolsa de Valores.

Mas como Especular de Modo Eficiente?

                  Um Trader com formação adequada, todo momento do mercado é um momento de operar e fazer dinheiro, esteja o mercado em alta ou em queda, pois mesmo nas piores crises já experimentadas, tenha certeza de que sempre há alguém lucrando. De fato, a última grande crise global (a de 2008, dos créditos imobiliários subprime), pode ter sido fonte de angústia para muitos, mas os traders experientes que souberam ler os sinais que o mercado vinha dando, conseguiram se preparar adequadamente e aproveitaram uma excelente oportunidade de fazer muito dinheiro.

            Mas como exatamente você pode ganhar dinheiro mesmo com o mercado em queda? Para entender isso, você precisa entender o conceito de venda a descoberto.

O que é uma Venda a Descoberto?

            Vender a descoberto basicamente significa vender algo que você (ainda) não possui, objetivando lucrar com a queda no preço daquele ativo. Para entender melhor como ela funciona, vamos dar o seguinte exemplo: quando você identifica que um determinado ativo no mercado vai diminuir de preço dentro de algum prazo, podendo ser de minutos, horas, dias e até semanas, você pode, mesmo que no momento ainda não possua aquele ativo, se aproveitar da diferença de preço entre o momento atual e o do futuro e fazer uma negociação lucrativa. Para isso, você tem duas opções:

            A primeira é através de um aluguel de ações, um mecanismo pelo qual você adquire a posse temporária de uma ação ou outro ativo qualquer, podendo vendê-la no mercado pelo preço atual e então, quando o prazo do aluguel vencer e você tiver de devolver aquela ação ao seu proprietário, você irá recomprá-la no mercado por um preço menor do que o que vendeu, embolsando a diferença entre o preço atual e o preço futuro, somado à taxa de aluguel da ação. Isso, claro, se a sua análise sobre o ativo estiver correta e o preço dela realmente cair. Caso contrário, você arcará com o prejuízo.

            A outra forma ocorre por meio das opções de venda. Uma opção é um derivativo que te dá o direito de comprar ou vender um ativo a um determinado preço em uma data futura. Então, digamos que você avalie que uma determinada ação irá cair de preço, dos atuais 25 reais para, digamos, 18 reais daqui a um mês. Você então compra, por 2 reais, uma opção de venda que te dá o direito de vender essa ação daqui a um mês por um preço de 23 reais a um preço de exercício de 1 real.

            Como o preço atual é de 25 reais, muitos podem acreditar que a ação irá subir, de modo que não será tão difícil encontrar uma opção de venda a 23. Caso a sua avaliação esteja correta, quando o preço da ação cair depois de um mês, você pode voltar ao mercado e tantas quantas forem as ações que tiverem opções de venda e lucrar um total de 2 reais por ação: 23(preço de venda) – (2(custo da opção) +1(preço de exercício) ) – 18 (preço de compra da ação).

            Há ainda mais um meio, que seria também negociar a opção a seco, uma vez que a partir do momento que o preço esteja em 18, não faltarão operadores dispostos a comprar sua opção de venda de 23, provavelmente por um preço maior do que os 2 que você pagou anteriormente, quando o preço do ativo era maior do que o de valor de venda conferido pela opção.

Conclusão

           Como você pode ver, o trader profissional lucra em qualquer mercado: de alta ou de queda, de expansão ou de crise econômica, não importa o cenário. Apesar disso, é claro que a venda a descoberto não é uma estratégia sem riscos, e só é recomendada para quem realmente sabe o que esta fazendo, pois, ao contrário de uma operação comum de compra e venda, na venda a descoberto não há limite para o risco que você estará correndo.

Então é isso aí… espero que tenha gostado do artigo!

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *