Como melhorar as Entradas no Tape Reading!

Traders Vencedores X Traders Perdedores
17 de julho de 2019
Tape Reading Funciona apenas para Scalping?
18 de julho de 2019

Quando digo às pessoas que elas já nascem traders, muitas custam a acreditar e outras se surpreendem como algo tão simples acaba sendo tão necessário no mercado. Isso ocorre porque, em se tratando de mercado financeiro, fomos condicionados a acreditar que o gráfico é o responsável por fazer o preço se movimentar. E se essa for sua premissa principal, você estará se condicionando a acreditar que preço passado gera preço futuro, crença esta que não guarda verossimilhança alguma com a realidade do mercado.

Antes de falar especificamente sobre o operacional, vou expor o caso de um conhecido meu, cujo raciocínio é o mesmo que aplico no trading.

Ele estava com a família dele passeando no shopping, até que ele e a esposa resolveram comprar uma mesa de jantar nova para a casa em que moram. Ao entrar na loja, de cara ele se assustou com o valor (R$ 9.000,00), mas não desanimou e passou a negociar melhores condições de pagamento e de preço com a vendedora.

Conforme a negociação foi prosseguindo, o preço caiu para R$ 8.000,00, R$ 7.000,00, R$ 6.000,00 e quando ele perguntou se poderia ser à vista, ela baixou o preço para R$ 5.800,00, com a possibilidade de conversar com o gerente para ver se conseguia mais margem.

No dia seguinte, já negociando por e-mail, ela apresentou a proposta de R$ 5.300,00. Meu amigo propôs R$ 5.000,00 e de cara, ela respondeu que sim.

Diante de todo esse cenário, você acredita que ele fez uma boa negociação?

Compro, vendo ou não faço nada

Sem dúvidas, trata-se de um bom desconto, pois o preço saiu de R$ 9.000,00 para R$ 5.000,00. Contudo, meu amigo permanecia com a sensação de ter feito um mau negócio, justamente pelo quão rápido a vendedora aceitou os R$ 5.000,00 que ele propôs.

Uma semana depois, ele esteve novamente na loja e conversou com o dono. De cara, o preço sugerido por ele foi de R$ 5.700,00. A negociação continuou, chegou a R$ 4.800,00, R$ 4.500, R$ 4.300 e quando perguntado se aceitava vender a R$ 4.000,00, o dono da loja recusou, dizendo que havia chegado ao seu preço limite. Diante disso, meu amigo deu o “fechado” e comprou a mesa por R$ 4.300,00.

Conseguiu notar a diferença? Com a vendedora, ela é quem “bateu o martelo” no preço final de negociação. Já com o dono da loja, a aceitação do preço partiu do meu amigo. No mercado, é a mesma coisa.

Sempre que estivermos operando, é preciso refletir se é para comprar, vender ou não fazer nada. Observando o comportamento dos demais players, a quantidade de lotes por eles negociada, o tamanho das ordens que enviam no mercado e a persistência da compra/venda em mais de um nível de preço, você notará se, naquele momento, o mercado acredita que o preço está barato/caro. Essa é a magia do Tape Reading!

Se deixe levar pelo consumo de liquidez persistente

Jamais fique preso a um nível de preço. Esteja sempre avaliando se estão batendo ou se estão tomando, quantos lotes e se estão conseguindo deslocar preço. Essas são as perguntas que você deve manter em mente.

É a partir delas que você notará se há alguém com urgência, disposto a impactar o mercado e fazê-lo andar. Outros vão interromper um movimento prévio e inverter o fluxo do momento. Dessa forma, você poderá escolher que tipo de operacional vai executar (se a favor ou contra o movimento prévio).

O mais importante de tudo isso é sempre manter essas perguntas na mente e avaliar o lado mais forte do mercado. E detalhe: nunca abra uma posição sem a presença de parceiro. É a presença dele e sua atuação persistente que fazem o mercado andar.

Avaliando o volume de agressões e a atuação dos demais players, você estará mais solto no mercado e apto a aceitar qualquer movimento que ele eventualmente realize.

Então é isso aí… espero que tenha gostado do artigo!

Grande Abraço e Atitude Vencedora,
André Antunes


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *